Opinião: A volta dos campeonatos estaduais é um desrespeito com vidas humanas

A volta dos campeonatos estaduais para o mês de Junho, colocada em pauta em algumas confederações brasileiras. É um desrespeito com todas as mortes que vem acontecendo no país.

Foto:Reprodução Site Oficial FERJ (Marcelo Crivella e Rubens Lopes)

O país vive um momento onde a curva de infectados sobe incontrolavelmente, e número de mortos não para de crescer em todo o território brasileiro. E ainda assim existem dirigentes que pedem a volta de um esporte, que é totalmente desnecessário para o combate do Covid-19.

O pior exemplo disso tudo está vindo do Rio de Janeiro, onde houve uma reunião com todos os clubes do campeonato carioca (exceto Botafogo e Fluminense), no mesmo dia em que o estado batia o recorde de mortes em 24 horas. Isso é um descaso gigantesco com a vida humana, é desconsiderar o sofrimento de amantes do futebol. E colocar em risco não só os jogadores, mas todas as famílias que tem algum tipo de ligação com o jogo em si.


É muito triste nos depararmos com tamanha falta de empatia de alguns dirigentes, simplesmente porque está faltando dinheiro no cofre dos clubes. E é ai que aparece o problema principal da sociedade brasileira, pois o clube grande tem como voltar aos trabalhos. Mas não se pensa no trabalhador da periferia, que não tem as minímas condições de voltar a praticar seu serviço, e está em casa praticamente passando fome. Pensar no próprio umbigo é muito fácil, mas se colocar no lugar do mais necessitado parece ser bastante difícil para todos nós brasileiros.


Como dizia Arrigo Sacchi "O futebol é a coisa mais importante das menos importantes", não podemos ignorar e desrespeitar vidas desta maneira. Não podemos deixar ter jogo no Maracanã enquanto em volta do complexo do estádio morrem pessoas vítimas do Coronavírus.


NÃO PODEMOS!!


2 visualizações