Em quarta de clássicos, o futebol jogado decepciona

Cássio garante vitória do Corinthians e Grêmio vence mesmo não jogando bem

Em Itaquera, o Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0. Apesar da vitória, o timão não convenceu sua torcida e jogou um futebol que lembrou os tempos de Fábio Carille. Especialmente no segundo tempo, o time de Thiago Nunes se sentiu acuado e acabou abrindo mão de atacar seu adversário. A equipe se montou em um esquema com 2 linhas de 4 jogadores a frente do goleiro Cássio, que operou alguns milagres no dia de ontem.


Já o Palmeiras fez uma boa partida, mas não conseguiu furar o bloqueio do timão. A falta de um jogador que chama a responsabilidade para si, e faz uma jogada de "efeito", achando um espaço que levará o time a uma chance clara de gol, é evidente. O alviverde, tem um ótimo elenco, mas lhe falta grandes jogadores com o poder de decisão. Os atletas que foram contratados para ocupar este posto (Lucas Lima, Gustavo Scarpa), não corresponderam de maneira eficiente.

Partindo para o sul do país, temos o Gre-nal mais decepcionante dos últimos meses. Os dois times estiveram muito mal, e acabou vencendo quem teve mais "sorte". O Grêmio marcou em uma falta cobrada por Jean Pyerre que desviou na barreira colorada e entrou lentamente nas redes de Marcelo Lomba. O clássico com mais rivalidade do país, foi mais uma vez um jogo cheio de brigas e paralisações, por conta de discussões entre jogadores e também com os árbitros.

Contudo, vimos um Grêmio um pouco mais seguro dentro de campo. O time de Renato Gaúcho pareceu ter sentido um pouco menos os 4 meses sem futebol. O fato de ser um trabalho de longo prazo, como é o do tricolor, fez a diferença. O time de Eduardo Coudet, ainda oscila em suas partidas, muito pelo fato, de ser uma nova filosofia implantada pelo argentino dentro do grupo do Internacional.

0 visualização